Como sabeis a revelação oficial de Deus está contida na Bíblia e na Sagrada Tradição. Nos últimos séculos, têm-se manifestado as chamadas revelações particulares, por exemplo em Fátima. As quais não acrescentam nada à revelação oficial, mas podem ser um válido auxílio para se compreender e viver melhor o Evangelho na hora actual; por isso não se devem subestimar… Em 1917 Nossa Senhora alertou que se os homens não deixassem de pecar viria uma guerra pior, e assim aconteceu, a qual foi precedida por “uma noite alumiada por uma luz desconhecida”. Hoje vemos que grande parte dos homens e com especial gravidade nos países de maioria cristã, continuam a desprezar a Deus e os seus mandamentos.

De 1980 a 2002, manifestou-se em Prado Novo do Escorial, perto de Madrid, em Espanha, uma série de aparições de Nosso Senhor Jesus Cristo e de Maria Santíssima a uma mulher de nome Luz Amparo, e sempre com uma temática de fundo que passa pelo aviso da segunda vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, em fim dos tempos, lembrando reparação pelos pecados cometidos, mudança de vida, convite à penitência, recomendação da oração do terço, rezar pelos sacerdotes e religiosos, manifestação da Paixão de Jesus que sofre por tantas ingratidões e muitas outras interpelações e recomendações. A Igreja ainda não se pronunciou de modo definitivo sobre estes acontecimentos, no entanto, já se celebra a Santa Missa no local das aparições e já há padres e religiosas consagradas frutos destes acontecimentos e da fundação que posteriormente se constituiu.

Na Acta Apostolicae Sedis (AAS) de 29 de Dezembro de 1996, foi publicado um decreto da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé que abrogou os Cânones que proibiam a leitura e impressão de publicações referentes a aparições, sem a aprovação eclesiástica. O Papa Paulo VI, a 14 de Outubro de 1966, declarou que não é proibido publicar, “sem imprimatur”, escritos que se refiram a aparições, revelações, profecias ou milagres.

“No decurso dos séculos tem havido revelações ditas ‘privadas’ algumas das quais foram reconhecidas pela autoridade da Igreja. Todavia, não pertencem ao depósito da fé. O seu propósito não é aperfeiçoar ou completar a Revelação definitiva de Cristo, mas ajudar a vivê-la mais plenamente, numa determinada época da História.” (Catecismo da Igreja Católica, nº 67)

Quem quizer adquirir livros sobre as referidas mensagens pode fazer o pedido à:  Associação Virgem das Dores de Prado Novo do Escorial; Rua João Villaret, 32 —1. º Dto. 2620-280 RAMADA; Telem.: 912 149 064 – 969 076 945

Partilho convosco uma mensagem de Nossa Senhora das Dores do Escorial:

4 de Fevereiro de 1989

NOSSA SENHORA:

Minha filha, hoje e como tantas outras vezes, o Meu Coração vem cheio de dor causada pela corrupção da Humanidade. O mundo está corrompido pelo pecado. A maior parte dos lares está em guerra porque o casal uniu-se sem amor e o seu espírito ficou degenerado pelo pecado, o que impede a graça de entrar no seu coração.

Minha filha, o Castigo que vai cair sobre a Humanidade aflige muito o Meu Coração. Grandes chuvas de fogo vão reduzir a terra a cinzas, e todas as grandes obras que os homens realizaram e que os seus corações tanto admiram vão ser destruídas.

Beija o chão em reparação de tantos pecados que se cometem na Humanidade…

Já não falta muito para que venha uma noite de frio, durante a qual se abaterá uma grande catástrofe sobre os homens, como jamais se viu na terra. Por isso vos peço, Meus filhos, que formeis um grande rebanho e vos unais todos a rezar. Todos os que não deixardes de rezar e de fazer sacrifício e penitência sereis prote­gidos pelo Meu Coração Imaculado. Mas ai daqueles que se di­zem justos e aboliram todas as Minhas leis!

Meus filhos, este tempo é de oração e de sacrifício.

Grandes fragmentos virão do espaço e cairão sobre a terra fazendo com que uma terça parte da Humanidade seja carboni­zada pelo fogo. Grandes e pequenos morrerão juntos.

Ai das almas consagradas que viraram as costas a Deus Cria­dor! A justa vingança de Deus cairá sobre elas; nesses momentos, não haverá lamentos nem tempo para se arrependerem.

Meus filhos, amai muito o Meu Coração Imaculado. Eu serei a âncora de salvação que Deus deixou para salvar os homens.

Volta a beijar o chão, Minha filha, por tantos pecados que as almas consagradas cometem…

É necessário que os homens se consagrem ao Meu Coração Imaculado, pois todo aquele que estiver consagrado será protegi­do. Meus filhos, quando essa noite escura e fria vier e se dê essa grande catástrofe, fechai as portas e as janelas. Não sejais curiosos, tentando ver o que se passa. Ajoelhai-vos e ponde-vos a rezar. Se­reis protegidos pela vossa Mãe Imaculada.

O Meu Filho está saturado das almas hipócritas, da falta de amor que reina no mundo; por isso, de um momento para o outro, irá descarregar o Seu braço sobre toda a Humanidade. Meus fi­lhos, convertei-vos e arrependei-vos dos vossos pecados!

Eu lanço um apelo a toda a Humanidade. O tempo é curto, Meus filhos. Quando chegar o momento, não haverá ouvidos para vos escutar nem coração para vos proteger. Não demoreis a cum­prir o que vos peço, Meus filhos.

Minha filha, continua a ser vítima de reparação pela Huma­nidade. É preciso que os homens mudem, para que Eu possa acolher um grande número no rebanho de Cristo. Meus filhos, multiplicai-vos neste rebanho, tornai o vosso coração mais brando à graça, porque o coração de muitos de vós está endurecido pela falta de amor, pela soberba, pelo apego ao material. Esqueceis-vos do vosso espírito, Meus filhos!

Derramarei muitas graças sobre este lugar, para que as almas se convertam.

Minha filha, peço-te humildade. Humilha-te. Quem se humi­lha será elevado. A tua missão é reparar e participar da Cruz de Cristo.

A terra irá, tremer, e nações inteiras ficarão engolidas sob os escombros. É por isso, Minha filha, que o Meu Coração vem tão aflito, porque vejo o Castigo que espreita a Humanidade e os homens não mudam.

Meus filhos, amai muito a Igreja e não deixeis de rezar. Amai o Vigário de Cristo.

Levantai todos os objectos, Meus filhos; todos serão aben­çoados com bênçãos especiais para o dia das trevas… Trazei velas para abençoar, que vos ajudarão quando chegar esse momento. Uma só vela dará para os três dias, Meus filhos.

Não deixeis de escutar o santo Terço com muita devoção e refugiai-vos no Meu Coração Imaculado, que vos protegerá. Desprendei-vos do mundo. Não sejais hipócritas nem fariseus. O Meu Filho não gosta da hipocrisia nem da mentira.

Abênçoo-vos, Meus filhos, como o Pai vos abençoa por meio do Filho e com o Espírito Santo.

Adeus, Meus filhos.