Dia 31 (segunda-feira): Quem ama o próprio cônjuge e o ajuda a crescer, dá-lhe os meios para crescer. Contudo, se como condição do amor tu lhe exiges alguma mudança, estás a menosprezá-lo. (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 98, nº 469)

Dia 1 (terça-feira): É necessário continuar a amar o trabalho da terra, que é nobre e grande. (Papa João Paulo I; Papa Luciani – 366 pensamentos, edição Paulinas, pág. 140, nº 8)

Dia 2 (quarta-feira): É preciso amar, amar, amar e nada mais. (S. Pio Pietrelcina; O Grande Amor de Deus – 365 dias com Padre Pio, edição Paulus, pág. 95, nº 9)

Dia 3 (quinta-feira): Oferecendo-te o Seu amor, Deus oferece-te ao mesmo tempo a Sua Cruz, pois ambas as coisas estão relacionadas mutuamente. (Gabriela Bitterlich)

Dia 4 (sexta-feira): Que pena, um «homem de Deus» pervertido! Mas, mais pena ainda, um «homem de Deus» tíbio e mundano! (S.J.E., Caminho, Edições Prumo, pág. 183, nº 414)

Dia 5 (sábado): As riquezas não nos tornam ricos, mas ocupados; não fazem de nós senhores, mas procuradores. (Fernando de Rojas)

Dia 6 (domingo): Não basta ter talento, também é necessário ser virtuoso. (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 122, nº 577)