Dia 24 (segunda-feira): A educação dos filhos é uma «escola de perfeição» para os pais. Os filhos têm uma visão crítica: são observadores perspicazes. Obrigam-vos a desempenhar o vosso papel com sinceridade, ajudando-vos assim a melhorar. (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 104, nº 496)

Dia 25 (terça-feira): A Sagrada Escritura e a Tradição são confiadas a todo o povo cristão que com a sua meditação, o seu estudo e a sua experiência contribui para aprofundar a sua inteligência. (Papa João Paulo I; Papa Luciani – 366 pensamentos, edição Paulinas, pág. 133, nº 30)

Dia 26 (quarta-feira): Manifestai-vos, Senhor, confirmando na vossa graça aquelas almas que me confiastes, não permitindo que nenhuma delas venha a perder-se, desertando do rebanho. Ó Deus, não permitais que se perca o que herdámos de Vós! (S. Pio Pietrelcina; O Grande Amor de Deus – 365 dias com Padre Pio, edição Paulus, pág. 98, nº 18)

Dia 27 (quinta-feira): Com Jesus no coração, segurando na mão do Anjo e sob o manto protetor de Maria, não nos será difícil ir com toda criatividade à procura do amor de Deus, encontrá-lo e vivê-lo. (Gabriela Bitterlich)

Dia 28 (sexta-feira): Diz: Minha Mãe (tua, porque és seu por muitos títulos), que o teu amor me prenda à Cruz do teu Filho; que não me falte a Fé, nem a valentia, nem a audácia, para cumprir a vontade do nosso Jesus. (S.J.E., Caminho, Edições Prumo, pág. 216, nº 497)

Dia 29 (sábado): O que torna a velhice tão melancólica é o desaparecimento não de nossas alegrias, mas de nossas esperanças. (Jean Paul Richter)

Dia 30 (domingo): Onde há amor, há Deus; onde há ódio, há o Inferno. (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 160, nº 749)