Dia 17 (segunda-feira): Tendes de descobrir que podeis, e deveis, santificar-vos a vós mesmos no matrimónio e através do matrimónio. (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 102, nº 487)

Dia 18 (terça-feira): A palavra de Deus viaja. É o seu destino. (Papa João Paulo I; Papa Luciani – 366 pensamentos, edição Paulinas, pág. 146, nº 20)

Dia 19 (quarta-feira): Deus ama-nos. E a prova de que nos ama está no facto de nos suportar nos momentos das nossas ofensas. (S. Pio Pietrelcina; O Grande Amor de Deus – 365 dias com Padre Pio, edição Paulus, pág. 97, nº 15)

Dia 20 (quinta-feira): Misticamente, Maria é a Igreja. Consideremos portanto: ao criticarmos a Igreja, atingimos diretamente Maria! (Gabriela Bitterlich)

Dia 21 (sexta-feira): Se tens de servir a Deus com a tua inteligência, para ti estudar é uma obrigação grave. (S.J.E., Caminho, Edições Prumo, pág. 158, nº 336)

Dia 22 (sábado): Quanto maior a dificuldade, tanto maior o mérito em superá-la. (H. W. Beecher)

Dia 23 (domingo): É maravilhoso viver em espírito de fraternidade. O Senhor disse: «Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles» (Mt 18,20). Ele sabe que é difícil, por isso te pede apenas um mínimo: não diz mais do que «dois ou três». (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 159, nº 745)