Dia 26 (segunda-feira): Formai membros ativos do Corpo místico de Cristo e ajudai os vossos filhos a tornarem-se filhos de Deus. O vosso dever de pais leva-vos a abrir caminho aos vossos filhos, sob todos os aspetos e tendo em vista todas as virtudes. (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 103, nº 492)

Dia 27 (terça-feira): A missa ou ceia do Senhor é simultânea e inseparavelmente sacrifício em que se perpetua o sacrifício da cruz, memorial da morte e da ressurreição do Senhor, banquete sagrado. (Papa João Paulo I; Papa Luciani – 366 pensamentos, edição Paulinas, pág. 114, nº 26)

Dia 28 (quarta-feira): – Quanta malícia existe em mim!… – Conserva essa convicção, procura humilhar-te, mas não te perturbes. (S. Pio Pietrelcina; O Grande Amor de Deus – 365 dias com Padre Pio, edição Paulus, pág. 88, nº 28)

Dia 29 (quinta-feira): As lições da desgraça são as sumas lições da vida. (Giacomo Leopardi)

Dia 30 (sexta-feira): Está bem que ponhas esse empenho no estudo, sempre que ponhas o mesmo empenho em adquirir a vida interior. (S.J.E., Caminho, Edições Prumo, pág. 159, nº 341)

Dia 1 (sábado): O silêncio é “pátria dos fortes”. É preciso que o mundo se cale, para que Deus fale. (P. Ravignan)

Dia 2 (domingo): A família católica faz apostolado com o seu testemunho. Deveis mostrar que fostes chamados à santidade e que podeis viver uma vida conjugal agradável a Deus. Partilhai com outras famílias a graça e a felicidade que Deus concedeu à vossa família. Olhando para a vossa família, as pessoas devem interrogar-se: «Como podem viver tão unidos, no amor e na fidelidade?» (Francisco Xavier Nguyen Van Thuan, O Caminho da Esperança, edição Paulinas, pág. 104, nº 501)